Keen'V - Elle a

Vejam lá se conhecem alguém, num video publicado dia 7 de Abril e que conta já com 550.000 visualizações...
Um excelente trabalho do Keen'V filmado em Portugal!
#HumoristaGourmet #KeenV

Parabéns ao Teatro!


Um dia sentei-me sozinho na plateia, era a plateia do Teatro Monumental, tinha cinco ou seis anos, pensei, tenho uma sala só para mim, dos oitocentos lugares, o meu era o único ocupado.
Vi a Senhora Laura Alves a encenar com o Senhor Paulo Renato, o silêncio era absoluto, constrangedor até, sentia-me pequenino, mas eu era pequenino, aquilo que eu sentia, é difícil de descrever, sei que pensava "um dia vou ser comediante".
Passaram mais de quarenta anos, e hoje antes de subir ao Palco, revejo todos aqueles dias, meses, anos, em que assisti a tantos ensaios, de tanta gente fantástica que já partiu, e sinto-me um privilegiado, tanta gente que me inspirou, e tenho a certeza de uma coisa que me deixa feliz, o Teatro nunca vai morrer!

A Experiência!

Hoje tive uma experiência maravilhosa, que quero compartilhar com todos vós…
Numa Livraria, junto à secção de livros religiosos, encontrei um adesivo para o carro que dizia:
"Se Amas Deus, toca a buzina"
Como tive um dia bastante difícil, decidi comprá-lo e colocá-lo na traseira do meu carro.
Ao sair, cheguei a um cruzamento muito complicado, com muitos veículos.
Fiquei ali parado, porque a luz estava vermelha, pensando no Senhor e nas coisas boas que dele tenho recebido…
Não percebi que a luz tinha ficado verde, mas descobri que há muita gente que ama o Senhor, porque imediatamente começaram a buzinar... Foi maravilhoso!
A pessoa que estava atrás de mim era, com certeza, muitíssimo religiosa, porque tocava a buzina insistentemente e gritava:
"Pelo amor de Deus!" - Incentivados por ele, todos começaram a buzinar. Eu sorri-lhes e saudava com a mão pela janela, totalmente emocionado.
Vi que outro rapaz me acenava de uma maneira muito especial levantando só o dedo médio da mão.
Perguntei ao Carlos, um amigo meu, que estava comigo, o que queria dizer aquele gesto.
Ele disse-me que era uma "saudação havaiana", de boa sorte!
Então, comecei a saudar todos da mesma maneira…
O Carlos estava muito feliz, ria-se à brava, imagino que pela bela experiência religiosa que eu estava a viver.
Dois homens desceram de um carro e começaram a andar em nossa direção, acho que para rezar comigo, ou para me perguntarem que igreja frequento, mas foi nesse momento que vi que a luz estava verde…
Então, saudei a todos os meus irmãos e irmãs e passei o semáforo.
Logo percebi, que o único carro que tinha passado era o meu, já que a luz voltou a ficar vermelha.
Senti-me triste de os deixar ali, depois de tanto amor que tínhamos compartilhado.
Então parei, desci do carro e saudei a todos com a "saudação havaiana" pela última vez e fui todo feliz para casa. O Carlos também estava muito feliz e ria sem parar.
Agradeço a Deus por mais esta experiência maravilhosa, que tive com todos estes condutores!
Um Abraço do Vosso Humorista Gourmet