Como dar um comprimido a um gato...


1.Agarre no gatinho e aninhe-o no seu braço esquerdo como se segurasse um bebé, tendo o comprimido na palma da mão esquerda. Coloque o indicador e o polegar da mão direita nos dois lados da boquinha do bicho e aplique uma suave pressão nas bochechas. Quando o felino abrir a boca, agarre rápido o comprimido da palma da mão esquerda e atire-o lá para dentro. Deixe o gato fechar a boquinha e engolir.
2. Recupere o comprimido do chão e o gato detrás do sofá. Aninhe o gato novamente no braço esquerdo e repita o processo...
3. Vá ao quarto buscar o gato e deite fora o comprimido meio desfeito...
4. Retire um novo comprimido da embalagem, aninhe o gato no seu braço, segurando firmemente as suas patas traseiras com a mão esquerda. Obrigue o gato a abrir a mandíbula e empurre o comprimido com o indicador direito até o fundo da boca. Mantenha a boca do gato fechada e conte até 10...
5. Recolha o comprimido de dentro do aquário e o gato de cima do guarda-vestidos. Chame a sua esposa para ajudar...
6. Ajoelhe-se no chão, tendo o gato firmemente preso entre os joelhos. Segure as quatro patas. Ignore os rosnados ameaçadores do gato. Peça à sua esposa que segure firmemente a cabeça do bichinho com uma mão e force a ponta de uma régua para dentro da boca do gato com a outra. Ela deve deixar rebolar o comprimido pela régua e esfregar vigorosamente o pescoço do gato...
7. Desça o gato de cima da cortina e retire outro comprimido da embalagem. Tome nota mental de que precisará de adquirir outra régua e mandar arranjar as cortinas. Cuidadosamente varra os cacos das estátuas e dos vasos do meio da sala e guarde-os para colar mais tarde...
8. Enrole o gato numa toalha grande e peça à sua esposa que se deite por cima de forma a que apenas a cabeça do gato apareça por debaixo do sovaco dela. Instale o comprimido na ponta de uma palhinha grossa, obrigue o gato a abrir a boca e mantenha-a aberta com um lápis atravessado. Assopre o comprimido da palhinha para dentro da boca do gato...
9. Consulte a bula para verificar se comprimido de gato faz mal a seres humanos. Tome uma cerveja para lavar o gosto da boca. Faça um curativo no antebraço da sua esposa e remova as manchas de sangue da carpete com água fria e sabão...
10. Retire o gato do alpendre do vizinho. Agarre noutro comprimido. Abra outra cerveja. Coloque o gato dentro do armário e feche a porta até o pescoço de forma que apenas a cabeça fique de fora. Force a abertura da boca do gato com uma colher de sobremesa. Com jeito, utilize um elástico como fisga para lançar o comprimido pela garganta do gato...
11. Procure uma chave de fenda e ponha a porta do armário novamente no lugar. Tome uma cerveja. Procure uma garrafa de aguardente. Beba um gole. Aplique uma compressa fria na bochecha e verifique a data da sua mais recente vacina contra o tétano. Aplique uma compressa de aguardente na bochecha para desinfectar. Beba mais um golinho. Deite a camisa no lixo e procure outra no quarto...
12. Ligue para os bombeiros, pedindo que venham retirar o desgraçado do gato de cima da árvore do outro lado da rua. Peça desculpas ao vizinho que se aleijou ao tentar desviar-se do gato em fuga. Retire o último comprimido da embalagem...
13. Amarre as patas da frente às patas de trás desse malvado e prenda-o firmemente à perna da mesa de jantar. Nas mãos, ponha luvas de couro. Do quintal, puxe a mangueira. Empurre o comprimido para dentro da boca da besta, seguido de um pedaço de carne. Segurando firmemente a cabeça desse terror felino, mande-lhe meio litro de água goela abaixo, para que o comprimido desça...
14. Tome o que sobrou da aguardente. Peça à esposa que o leve à urgência do hospital mais próximo. Aguente firme enquanto o médico lhe costura os dedos e o antebraço e retira os restos do comprimido de dentro do olho direito. Lembre-se: "homem não chora". A caminho de casa, use o telemóvel para falar com as casas de móveis, para se informar sobre o preço, de uma nova mesa de jantar...
15. Peça à Liga de Protecção dos Animais que mandem um funcionário com urgência para recolher o raio desse bicho mutante. Ligue para a loja dos animais e pergunte se eles têm tartaruguinhas para vender.

O meu rico Avô...

Fui ver o meu avô ao Lar de idosos...
Lá estava ele num sofá, na sala de espera... Fui falar com os médicos à recepção...
De repente, o meu avô começou a pender vagarosamente para a esquerda...
Um médico passou por perto e disse:
- Deixe-me ajudá-lo.
O médico empilhou várias almofadas no lado esquerdo do meu avô, para ajudá-lo a manter-se direito.
O meu avô começou a pender vagarosamente para a direita. Um funcionário percebeu e empilhou mais umas quantas almofadas do lado direito.
O meu avô começou a pender para frente.
Na altura passou uma enfermeira que empilhou várias almofadas à frente dele.
Nessa altura, voltei:
- E então, avô, este lugar parece ser muito agradável, não é?
O meu avô respondeu:
- Podes crer que sim, meu querido neto, mas não me deixam dar um peido!

A minha Amiga...

Uma Amiga minha...cada vez que vai ao cemitério, visitar a campa do marido, sai sempre de marcha atrás...
Uma vez perguntei-lhe:
- Porque é que sais sempre de marcha atrás do cemitério?
- O meu Marido quando era vivo dizia sempre: " Tens um cú que é capaz de ressuscitar um Morto"!

Inquéritos...

Ontem vi numa farmácia, um estudante de Marketing e Publicidade fazer perguntas aos clientes, para uma pesquisa de mercado:
- Por favor, minha senhora. Estou a fazer uma pesquisa sobre o produto "Deslizafácil", para determinar os usos da vaselina no lar...
A senhora poderia dizer-me como usa a vaselina?
Sem se fazer de rogada, a mulher responde:
- Em casa, usamos a vaselina para a pele seca, assaduras e quando fazemos amor...
Então o estudante, tentando nitidamente deixar a mulher embaraçada, faz a seguinte pergunta:
- É a primeira vez que ouço a respeito do uso da vaselina para fazer amor, poderia detalhar-me exactamente em quais locais e como é que ela é colocada?
Mais uma vez a mulher, sem se abalar, responde:
- Coloco um bocado na maçaneta da porta do quarto.
- ... Na maçaneta da porta ???
- .. É... as mãos escorregam e isso impede que as crianças entrem!

15 Anos é muito tempo...

Depois de 15 anos de casados fomos ao Psicólogo...
Quando chegamos ao consultório, vi o terapeuta, um jovem bonito, com “tudo no sítio”, pergunta-nos qual é o motivo da consulta, e a minha mulher responde:
- Pouca atenção, falta de intimidade, vazio, solidão, egoísmo, carinho, não me sinto amada e desejada...
O psicólogo levanta-se e aproxima -se da minha mulher, pede que ela também se levante, abraça-a e beija-a com paixão, enquanto eu, os observava impressionado.
A minha mulher ficou muda e sentou-se meio atordoada. O terapeuta virou-se para mim e diz:
- É isto que sua mulher precisa pelo menos 3 vezes por semana! Consegue?
Pensei um pouco e respondi:
- Bom, posso trazê-la à segunda e à quarta, mas...às sextas, tenho Espetáculos de Humor!

D.A.D.I. - Deficiência de Atenção devido à Idade!

Ontem foi um dia terrível… Fiquei a saber que sou possuidor de…
D.A.D.I. - Deficiência de Atenção Devido à Idade.
Como se manifesta:
Decidi de lavar o carro.
Vou à garagem e vejo que há correio sobre a mesa de entrada.
Decidi ver o correio antes de lavar o carro.
Ponho as chaves do carro sobre a mesa e no saco dos papéis por baixo da mesa, ponho todo o correio de publicidade e noto que o saco ficou cheio!
Então, resolvo pôr as facturas sobre a mesa e ir esvaziar o saco dos papéis no lixo.
Mas, então penso; já que a caixa do correio está ao pé do lixo, vou regularizar primeiro as facturas, e farei as duas coisas de uma só vez.
Ponho o meu livro de cheques sobre a mesa e noto que me resta unicamente um cheque.
O meu outro livro de cheques está no escritório, vou lá, vejo sobre a mesa uma lata de Coca-cola e começo a bebê-la.
Vou à procura do livro de cheques, mas, antes, será melhor que retire a lata de Coca não vá entorná-la acidentalmente.
Verifico então que ela começa a ficar morna e, decido pô-la no frigorífico para refrescar.
Então dirijo-me à cozinha com a Coca-cola, e o vaso com as flores salta-me aos olhos: as flores precisam de água!
Pouso a Coca-cola sobre a mesa e descubro os óculos para ler (que procurava desde a manhã).
O melhor será eu pôr os óculos no escritório, mas antes, vou pôr água nas flores.
Ponho os óculos sobre a mesa, encho um jarro de água e, de repente, vejo o comando da televisão.
Alguém o deixou sobre a mesa da cozinha.
Digo, à noite, quando quiser ver a Televisão, vou procurá-lo por todo o lado, e não me vou lembrar que ele está na cozinha.
Decidi então de colocá-lo na sala onde é o seu lugar, mas antes vou pôr água nas flores.
Rego as flores, mas entornei uma certa quantidade no chão.
Então, torno a pôr o comando da televisão sobre a mesa, vou buscar um esfregão e limpo a água que entornei.
De seguida volto à entrada, para me lembrar o que queria fazer.
No fim do dia:
- Não lavei o carro,
- As facturas não foram pagas,
- Há uma Coca-cola morna sobre a mesa da cozinha,
- As flores não têm água suficiente,
- Não tenho o meu novo livro de cheques,
- Não encontro o comando da televisão,
- Não sei onde se encontram os meus óculos
- E não me lembro o que fiz com as chaves do carro.
…E depois não percebo, porque é que não fiz nada durante todo o dia...
Não parei, e sinto-me todo roto!
Abraço do Amigo Humorista Gourmet - Cuidem-se!